Publicidade

Saiba o que é Fascite Plantar e suas causas

A Fascite plantar incomodar muito, esse é um problema diferente do esporão do calcâneo, mas podem ser desencadeados por lesões muito semelhantes. Saiba mais sobre esse problema.

Mariana Duarte
em 09-Jun-2017

Fascite plantar é um processo inflamatório ou degenerativo que afeta a fáscia plantar, conhecida também de aponeurose plantar, uma membrana de tecido conjuntivo fibroso e pouco elástico, que recobre a musculatura da sola do pé, desde o osso calcâneo, que garante o formato do calcanhar, até a base dos dedos dos pés.

Este tipo de problema geralmente aparece quando estamos entre os 40 e 60 anos de idade, podendo afetar tanto homens como mulheres. Pessoas com sobrepeso, atletas, principalmente corredores, bailarinos, ginastas, e algumas mulheres por causa do uso frequente de saltos muito altos estão mais sujeitas a desenvolver a Fascite plantar.

É importante não confundir a fascite plantar com o esporão do calcâneo. São duas coisas diferentes, embora possam ser desencadeadas por lesões muito semelhantes: micro traumatismos e inflamação crônica na região do calcanhar, nas proximidades da inserção do tendão de Aquiles.

No caso específico do esporão, surgem depósitos de cálcio debaixo ou atrás desse osso. Eles formam saliências parecidas com ganchos que lembram as esporas dos pés dos galos. Esporões do calcâneo podem provocar uma dor aguda, com pontada, que piora com o movimento e melhora com o repouso. Normalmente a fascite plantar é um transtorno de bom prognóstico, mas a recuperação costuma ser bastante lenta.

Causas

Na verdade, ainda não se tem o conhecimento exato da causa esse problema, na maioria dos casos, a dor forte característica do transtorno é provocada pelo estiramento excessivo da fáscia plantar ou pela repetição de micro traumatismos nessa estrutura, que dá sustentação e estabilidade ao arco plantar.

Em outras palavras, é a fáscia plantar que ajuda a manter a curvatura do pé firme, graças à sua capacidade de amortecer e distribuir o impacto.

Segundo a Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor, estudos recentes têm demonstrado que a dor própria da fascite plantar pode estar associada “a uma modificação estrutural mais condizente com processos degenerativos” causados pela prática exagerada de exercícios físicos, peso ou idade.

Sintomas de Fascite plantar

Os sintomas mais relatados pelos pacientes são dores, rigidez e queimação na sola dos pés. A dor pode ser aguda ou crônica e ela costuma ser pior:

  • Pela manhã, ao dar os primeiros passos;
  • Após ficar em pé por muito tempo;
  • Ao subir escadas;
  • Após atividades físicas intensas.

A dor pode se desenvolver lentamente com o passar do tempo, mas também pode ocorrer repentinamente após atividade intensa.

Consulta

Procure um especialista se você sentir dor intensa ou contínua na região da sola do pé. Anote seus sintomas para não esquecer de descrevê-los ao médico detalhadamente. Tire todas as dúvidas e responda às perguntas que ele deverá lhe fazer, como:

  • Quando seus sintomas começaram?
  • Os sintomas são mais comuns em algum momento específico do dia?
  • Que tipo de atividade física você pratica?
  • Sua ocupação exige que você fique em pé por muito tempo?
  • Onde a dor está mais localizada?
  • Há alguma medida que melhore ou piore seus sintomas?

Diagnóstico

O diagnóstico de fascite plantar é feito pelo médico ortopedista com base na história clínica e recorrendo, em alguns casos, a alguns exames ou meios auxiliares de diagnóstico e terapêutica:

Radiografia do pé - Pode ser útil para confirmar o diagnóstico, se realizado em carga permite excluir outras patologias (degenerativas);

Ressonância magnética - É raramente usada no diagnóstico, no entanto, este exame pode ser importante para excluir outras patologias, é um exame que, em caso de necessidade, pode ser usada para realizar o planeamento cirúrgico.

Cintigrafia óssea - É um exame que permite ajudar a quantificar a inflamação, que pode ser realizada para excluir outras patologias.

Estudo analítico - Embora não seja usado por rotina, também pode ser útil para excluir outras patologias.

Eletromiografia - pode ser usada para excluir compressões nervosas.

No diagnóstico diferencial devem ser levadas em consideração as seguintes patologias:

  • Atrofia da gordura calcaneana.
  • Síndrome do túnel társico.
  • Fratura de stress calcâneo.
  • Neuropatia de Baxter (compressão do primeiro ramo nervo plantar lateral).
  • Disfunção tendão tibial posterior.

Fascite plantar tem cura?

A fascite plantar é uma doença que evolui favoravelmente na maioria dos casos. Cerca de 90% dos doentes melhoram significativamente nos primeiros dois meses de tratamento. No entanto, pode demorar algum tempo até aos sintomas desaparecerem de forma definitiva, em alguns casos até um ano. Infelizmente em alguns casos a dor pode tornar-se crônica, principalmente se não forem adoptadas as medidas adequadas de tratamento.

Tratamento

O objetivo do tratamento da fascite plantar é reduzir a inflamação, aliviar a dor e habilitar o paciente para assumir suas atividades rotineiras. Grande parte dos portadores de fascite plantar se beneficia com o tratamento conservador que inclui repouso, aplicação de gelo no local e sessões de fisioterapia para promover o alongamento de estruturas, como a própria fáscia plantar, o tendão de Aquiles e os músculos da panturrilha.

O uso de palmilhas ortopédicas visando à melhor distribuição do peso corpóreo sobre os pés e de órteses noturnas para evitar o encurtamento do arco e manter a fáscia plantar alongada durante a noite são outros recursos não farmacológicos que podem ser benéficos.

Quando necessário, o tratamento farmacológico inclui a prescrição de analgésicos e anti-inflamatórios, a aplicação de toxina botulínica e a infiltração com anestésico ou com corticosteroides diretamente na região de maior dor. A cirurgia para liberação da fáscia plantar só é indicada quando os outros recursos terapêuticos não produzem mais resultados.

Se você é um profissional da área da saúde, crie agora mesmo o seu perfil inteiramente grátis e divulgue seu trabalho.

O que é o MediConic ?

Somos o melhor buscador de profissionais de saúde do Brasil. Aqui você vai encontrar o profissional mais perto de você, veja as opiniões de outros pacientes e opiine também ! Encontre infomrações rapidamente, telefone, endereço, e até o curriculum do profssional.

Dúvidas sobre saúde?

Tem dúvidas sobre saúde? então deixe a suas perguntas que nossa comunidade de Médicos, Dentistas, Pediatras e até veterinários irão responder para você.